Dislexia e seus desafios na aprendizagem

Dislexia e seus desafios na aprendizagem

A vida de um disléxico é norteada por muitas dificuldades na escrita, fala e cálculos.  É muito comum vê pessoas que tenham esse problema vivendo de forma reclusa pela vergonha ou medo de se mostrarem a sociedade.

Essa é uma era cuja hipocrisia social impera diante da falta de compreensão das diferenças. É uma sociedade que precisar enxergar o outro como extensão de si, percebendo que todos temos um obstáculo que, ao ser superado, é um ganho para o pessoal e social de cada ser humano.

Desta forma, é possível, por intermédio de muito empenho e força de vontade, não curar, mas atenuar a compreensão do disléxico no que diz respeito as suas limitações e desafios no campo da gramática, grafia, cálculos e raciocínio lógico, entre outros.

Desafios na Aprendizagem com as Letras

A dificuldade gramatical dos disléxicos é chamada pela medicina de disgrafia, que consiste numa dificuldade de um individuo de escrever de forma legível e correta algumas palavras em um texto.

Ainda seguindo os especialistas, as principias características desse problema são:junção numa mesma palavra de maiúsculas e minúsculas;além da troca constante de letras que sonoramente se parecem muito.

Uma das tentativas para aliviar essa dificuldade, pelo menos parcialmente, no caso do disléxico, é trocar a palavra pretendida por outra que tenha o mesmo sentido na frase, ou seja, por um sinônimo. Vale lembrar, também, que a leitura constante é indispensável para o aperfeiçoamento do vocabulário.

Desafios na Aprendizagem com os Números

Sim, discalculia. É isso mesmo. Um nome estranho, mas que significa muito. É assim que os especialistas chamam a dificuldade dos disléxicos de identificarem e resolverem problemas de cunho matemático.

Segundo eles, uma má formação neurológica ocasiona grande dificuldade para aprender os conceitos da matemática e aplicá-los numa operação simples.

As principais características são: dificuldade em nomear de forma verbal números, termos e símbolos matemáticos, executar operações e cálculos numéricos.

Nesta situação é importante a prática de um exercício matemático constante por meio de jogos e desenhos, pois assim a criança e o adulto terá mais eficácia na aprendizagem da matemática.

Muitos pais, nos dias atuais, se fragilizam quando descobrem que os seus filhos têm dislexia, pois temem ao preconceito e dificuldades que virão junto com o amadurecimento. Porém, o disléxico, mediante a um tratamento médico e muita compreensão por parte de seus familiares pode sentir-se útil a sociedade.

Para maiores informações sobre tratamentos entre em contato de Segunda a Sexta-feira, das 08h às 18h com a Associação Brasileira de Dislexia, de no seguinte número (11) 3258-7568.

Artigos Recentes

2 thoughts on “Dislexia e seus desafios na aprendizagem

  1. Gláucia melilli

    Adorei o texto e acho que o complemento medicamentoso com a Ritalina La é indispensável para o tratamento e hoje com os avanços temos grandes resultados tanto para a disgrafia quanto para a discalculia.

     
    Reply
  2. Ana Carolina

    É um belo de um pacotão! Eu sempre li a discalculia, dislexia e disgrafia como coisas diferentes, não necessariamente, vindo tudo junto. Na prática clínica realmente discalculia e dificuldade de leitura são mais comuns, mas nem sempre vem “fechado ” num ” pacote da dislexia ” o que torna o diagnóstico difícil porque nada é uma regra. Não significa que um dislexico venha com um script pronto.

     
    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>