Descomplicando a Redação para os Disléxicos

Tempo de leitura: 3 minutos

Em época de vestibulares, a Redação para os Disléxicos é um grande desafio. Aqui vamos falar um pouquinho sobre como descomplicar a questão me mais preocupa os candidatos: como os disléxicos podem escrever bem!

Desafios da Redação para os Disléxicos

Escrever uma redação, para muitos disléxicos, é uma tarefa mais do que árdua: é um desafio! Há diversos mitos que envolvem essa atividade intensificando ainda mais essa famigerada avaliação. Dentre eles, destaco um que “determina”  que há pessoas que nasceram com o dom da escrita, enquanto outros dificilmente  conseguirão uma boa pontuação para seus textos.

Outro mito que ouço muito enquanto professora de Língua Portuguesa seria em relação à necessidade de memorizar citações, dados estatísticos ou datas históricas para ter algumas competências mais valorizadas. De fato, há pessoas que apresentam mais habilidade na escrita, mas isso não impede que outras também possam, a partir de treino e estudo de técnicas, melhorar seu texto a cada nova escrita.

É sempre bom lembrar o quanto essa prova é importante para  o candidato, pois pode possibilitar a ele ingressar em uma faculdade, cursar a tão sonhada graduação e garantir a participação nos programas sociais oferecidos. Sempre falo para meus alunos que a redação deveria ser estudada como qualquer outra disciplina, uma vez que a modalidade de texto exigida apresenta uma estrutura padrão que deverá ser seguida. 

Dicas para os Disléxicos

Trago hoje para vocês, alguns passos que não abro mão de seguir como um verdadeiro protocolo nas minhas aulas de redação. 

  • Leitura ATENCIOSA dos textos motivadores e destaque das ideias principais com grifos;
  • Desenvolvimento do “esqueleto” da redação (vou disponibilizar o  pré-projeto ou  modelo de “esqueleto” que utilizo há quase dez anos com meus alunos e que os auxilia muito na  escrita);
  • Escrita do pré-texto (rascunho)  da redação seguindo o esqueleto desenvolvido sobre o texto;
  • Leitura do pré-texto (rascunho)  da redação com atenção para perceber eventuais falhas que podem passar despercebidas nesse momento da escrita do texto;
  • Passar o texto a limpo com muita atenção para evitar pular palavras ou trechos e, consequentemente, rasurar o texto definitivo.

Na prova de Redação do Enem e também nas questões da prova objetiva, o conhecimento de temáticas que envolvem as diversas áreas como História, Literatura, Ciências da Natureza, Filosofia, Sociologia, Literatura, entre outras, é exigido dos candidatos assim como verificar se está atualizado sobre as notícias nacionais e mundiais. Uma boa dica é assistir a filmes que abordam temáticas dessas áreas para aumentar o repertório cultural e acompanhar notícias e acontecimentos locais e mundiais. O site “Politize!”, por exemplo,  é um excelente meio para  traz reflexões importantíssimas e de qualidade que podem contribuir com  a formação crítica e política de sujeitos protagonistas em sua realidade.

Agora é com você! Ainda dá tempo de colocar em prática essas dicas e conseguir, também,  um bom resultado! 

Seu filho tem dislexia e está precisando de ajuda? Escreva para mim sou Psicopedagoga e professora de Língua Portuguesa:

Maria Silvana – ABPp 13265

  • Psicopedagoga Clínica – Sinapses
  • Psicopedagoga Clínica – AMEE, Santo Antonio de Posse – SP
  • Professora de Língua Portuguesa

Blog: eueadislexia.com.br

e-mail: sinapses.maria.silvana@gmail.com

WhatsApp: 19 98313-9357

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *